O Legado de Anastasia

A nossa história de vida é marcada por encontros profundos com pessoas que mudaram o nosso caminho. Uma destas pessoas, para mim, é a Anastasyia, uma bela e jovem xamã das florestas frias da Sibéria, na Rússia. Anastasyia vive profundamente integrada coma a natureza que a rodeia e que a alimenta, sem esforço da parte dela. 

Ela não mora em casa, se contentando de dormir ao ar livre no verão e em abrigos subterrâneos, feito urso, no inverno (às vezes com o próprio urso para aquecê-la!) A partir deste abrigo silencioso, ela monitora, telepaticamente, a evolução da humanidade. Decidida de mandar seu recado ao mundo, escolheu, como mensageiro, o Vladimir Megre, um comerciante que penetra os rios da Sibéria a barco, vendendo suas mercadorias. (Vladimir também se tornou pai do seu filho.)

Encontrei Anastasyia no ciber-espaço, através do primeiro livro, dos nove livros de ensinamentos dela, que está traduzido em inglês: “The Ringing Cedars of Siberia”. O que mais me marcou foi a convicção que a maior tarefa evolutiva da humanidade neste momento é de se re-ligar ao mundo natural que nos sustenta, que á a base do meu trabalho de vida. Anastasyia afirma que quem mais está habilitado para isto são os “dachniks”, sitiantes de fim-de-semana (o sitiozinho se chama “dacha” em russo). O dachnik tem uma relação íntima com cada planta do seu pequeno terreno, algo impossível para o agricultor comercial. É através desta ligação individual e pessoal com a natureza que Anastasyia vê o resgate da humanidade.

Isto me lembra em parte a relação de muitas tribos de índios norte-americanos, que consideram suas pequenas plantações de milho como “filhos”, até cantando para que estes possam crescer melhor, como cantamos canções de ninar para os bebês. Já perdemos esta conexão íntima com a paisagem viva e consciente que nos rodeia e que nos sustenta. Acredito que muitos que têm hortas caseiras mantêm esta conexão. Isto é muito visível particularmente nos Estados Unidos, onde a vida é tão regimentada e institucionalizada e onde movimentos tais como o de bioregionalismo, de hortas comunitárias e de vivências xamânicas mostram uma busca do caminho de volta. Eu pessoalmente, como milhares de outras pessoas, uso os processos de Perelandra nos meus trabalhos na agricultura, trabalhando diretamente com as inteligências da Natureza, numa parceria cooperativa profunda.

Anastasyia acredita que cada um de nos deve ter uma hortinha pessoal, onde reciclamos a água de banho (ou, melhor, que possamos nos banhar diretamente nesta horta). Ela afirma (e a homeopatia confirma) que a água grava padrões energéticos. A água de banho fica impressa, assim, com nossos padrões, harmoniosos ou não, e as plantas elaboram substâncias específicas para equilibrar quaisquer desequilíbrios energéticos que encontrem nesta água. Cada de nós, sugere Anastasyia, deve se alimentar, dentro do possível, deste canteiro pessoal, que será a fonte da nossa cura constante.

Inspirada por esta idéia magnífica, implantei um “Canteiro de Anastasyia”, um círculo não muito grande, atrás da minha casinha, com cinco coqueiros na borda (para também testar a afirmação de Bill Mollison, da Permacultura, que coqueiros plantados nesta densidade conseguem encontrar espaço para cada um). Embora novo, o canteiro já tem um pé de acerola, de goiaba e hortaliças.. Além da água do banho, estou reciclando o conteúdo da privada seca (de maravalha), que é oferecido ao espaço, depois de compostado. Este lugar ficou especial para mim, onde me liguei de uma forma muito íntima à Mãe Terra e onde devolvo para ela tudo que ela me ofereceu - água, comida, vitalidade, para que o espiral da vida possa continuar eternamente.

Existe Anastasyia realmente? Acredito que sim - este mundo tem muitas histórias estranhas para contar. De qualquer jeito milhões de pessoas já leram os livros e novas comunidades estão sendo fundadas na Rússia, baseadas nos seus princípios. Sendo ou não real, ela é uma força gigantesca de transformação no mundo slávico. Felizmente as primeiras traduções em línguas não-slávicas estão aparecendo e os livros já podem ser adquiridos online em inglês pela Amazon Bookstore.

 

Entre em contato

Marizá Epicentro

Tucano - Bahia - Brasil

Marsha Hanzi

Newsletter

Digite seu e-mail e eu lhe enviarei mais informações

© Copyright Mariza Epicentro 2018. Todos os direitos reservados. - Tucano - Bahia - Brasil

Search